sábado, 9 de agosto de 2008

Filtro de plantas - solução barata e natural para o equilíbrio do aquário

A foto acima mostra uma alternativa simples e barata de prover o controle de algas no aquário por excesso de nutrientes, entre outras vantagens . Trata-se de um filtro de plantas constituído por uma floreira de plástico que fica acima do nível da água do aquário. Para construí-lo basta colocarmos uma bomba submersa de baixa vazão dentro do aqua (uma bomba de 180 l/h já é suficiente para um aquário de 300 litros) . Esta bomba capta a água do aquário e joga esta água dentro do filtro de plantas . No filtro de plantas existe uma saída de água (pouco abaixo do nível da entrada ) que leva a água por gravidade de volta ao aquário
As principais vantagens de um filtro de plantas são as seguintes : 1 - Extremo auxílio no controle de algas (as plantas absorvem principalmente nitratos e fosfatos pelas raízes, passando a competir com as algas por nutrientes, realizando um processo denominado Aquaponia.
2 - Plantas também absorvem amônia e algumas podem absorver metais pesados (aguapé, por exemplo).
3 - Não alteram o ph, pois o CO2 assimilado pelas plantas não vem da água e sim do ar, pelo fato das folhas estarem emersas .
4 - O filtro de plantas atua também como filtro mecânico (as plantas retem particulas em suas raízes) e biológico (as raízes oferecem superfície de contato para a fixação de bactérias) .
5 - É muito interessante a introdução de algumas plantas aquáticas no referido filtro, podendo o aquarista admira-las em sua forma emersa (fica muito legal o contraste quando esta planta encontrar-se na forma submersa dentro do aquário ).
6 - Existe a possibilidade de levar o filtro de plantas para uma área externa (ele não tem necessariamente que ficar em cima do aquário) - deve apenas situar-se acima do nível da água do aquário. Com isto o aquarista pode coloca-lo em um local com iluminação natural, por exemplo e introduzir plantas com excelente capacidade de retenção de nutrientes (como o aguapé, a pistia, a salvinia, o mini papiro, etc...)
7 - Se o filtro de plantas ficar dentro de casa com iluminação ambiente, as plantas utilizadas poderão ser o lírio da paz, a jibóia, algumas echinodorus, etc...)
8 - As plantas tendem a florir quando encontram-se em sua forma emersa (o que dá um contraste muito bonito com o aquário) .
9 - 0 filtro de plantas pode também atuar como viveiro de mudas a serem introduzidas posteriormente no aquário.
10 - Baixo custo e facilidade de construção.
Poderíamos enumerar inúmeras outras vantagens do filtro de plantas, mas deixaremos que o próprio aquarista descubra. Eu já usei e recomendo .
Alerto entretanto, que o Aquarista não deve encarar o filtro de plantas como único meio de filtragem em um aquário. Diversos outros fatores influem como população, tipo de peixes, etc...





2 comentários:

yoshiharu disse...

Minhas primeiras lembranças de um aquário remontam aos meus 6 anos com meu avô cuidando minuciosamente de um "gigantesco aquário"(sim....pq para uma criança tudo parece enorme...sr)com belíssimos kinguios. Estas lembranças incluem um curioso filtro como o apresentado por vc, porém na época era feito com uma calha construida com chapas galvanizadas e movido por um intrigante(até hoje)compressor à pistão.
Na época não sabia o que era aquele "mato" em cima do aquário, mas com muita paciência lembro-me da paciência com que meu avô explicava o funcionamento de todo aquário.
Acreditem...: o resultado estético pode ofuscar tudo que existe dentro do aquário.

Anônimo disse...

Qual o substrato para as plantas? Terra comum? Ou dentro do vaso vai ter algum substrato para aquaponia? E em caso afirmativo, como seria esse substrato?

Abraços